ITANHAÉM, A AMAZÔNIA PAULISTA

ITANHAÉM, A AMAZÔNIA PAULISTA

VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

ITANHAÉM-MONGAGUÁ-PERUÍBE-ITARIRI: TOUR A TRABALHO

Ana Dias, na divisa entre Peruíbe e Itariri

Fui "convidada" a conhecer, ainda que superficialmente, as cidades vizinhas. A tiracolo, o aparelho-celular-máquina-fotográfica e o motorista-cicerone.

Forum de Itanhaém      O tempo não estava lá essas coisas (céu nublado e um pouco de frio) e as imagens foram captadas, na maioria, com o veículo em movimento, o que não impede que se retrate "o clima" da viagem. Sempre se aprende e é possível conhecer um...
pouco mais da região.


Posto que abastece até ciclistas
     O Jeferson, como eu, é um apaixonado por nossa cidade.

     Partimos do Fórum de Itanhaém. Antes, a abastecida no posto de combustível, que serve também tantos ciclistas.

Mongaguá



Mongaguá


Primeiro destino: Mongaguá. 



     O fórum de Mongaguá, ao lado da Câmara Municipal, é acanhado, triste e improvisado, como já o descreveram diversos funcionários que vieram a Itanhaém para participar de cursos patrocinados pelo Tribunal. 




     Há, entretanto, um projeto para transferir as instalações para um prédio moderno, mais arejado e funcional.

     A cidade é estreita, espremida em uma longa faixa de duas quadras entre a pista da Padre Manoel da Nóbrega e a orla.  




     
Descobri que a plataforma de pesca é um ponto turístico interessante, apesar de não ser propício aos amantes da pesca. Para fotos e um passeio, sentindo o mar sob os pés, pode ser uma boa pedida. 

     As areias, como em Itanhaém, são cobertas de areia fina e branca e há excelentes opções de lazer: o Poço das Antas e o Morro da Padroeira. 


GOSTOU? NÃO GOSTOU? COMENTE. SEMPRE É POSSÍVEL MELHORAR

     O Parque Turístico Umberto Salomone, conhecido como Poço das Antas, é um parque ecológico com cachoeiras, piscinas naturais, corredeiras e trilhas, e oferece boa infraestrutura: lanchonetes, banheiros, estacionamento e espaço para piqueniques. 

     O Morro da Padroeira fica logo na entrada da cidade, à esquerda de quem segue de SãPaulo. É o cartão postal mais conhecido da cidade e um mirante perfeito (foto do Google Map).



SEJA LEAL. NÃO COPIE, COMPARTILHE.

Rumo à encantadoraItariri

Itariri, sul de São Paulo





    

     De Mongaguá partimos para Itariri, encravada entre a Serra do Itatins e a Serra do Mar, que descortinamos no horizonte, ao sul. 


     Cidade pequena e encantadora, vive basicamente da agricultura. O centro comercial e político está encravado em um vale, entre morros e serras.

     No caminho, plantações de banana; adentro - não vi - cultura de mandioca. E muita mata.


     Antes de chegar a Itariri passa-se por Peruíbe, mata e zona rural, que referenciarei adiante.

     Em Itariri o terreno é irregular - morros por toda parte -, coberto de vegetação preservada, rios e cachoeiras de fácil acesso, de águas transparentes.

     Muitos colegas têm - ou alguém próximo - sítio em Itariri, para recreio ou produção.

     Final de semana tranquilo garantido, com muito ar puro, pertinho do mar. Se quiser pegar praia, é escolher uma cidade vizinha.  









     Verde há para todo lado que se olhe.

     No fórum, pequeno e simpático, somos recebidos por um enorme flamboiant, agora despido por conta do inverno.




     Os funcionários orgulhosos, não sem razão, gabam-se, de peito inchado: "Você precisa ver essa árvore florida! O chão é um tapete!"  


    Acredito. A bela árvore é um pouco de cada um deles.

    


     Saindo do fórum a ponte, que dá para rios e cachoeiras, e a pracinha do mais puro interior, como a que povoa nosso imaginário mais bucólico: natural e belo, sem mais ornamentos do que os que Deus forneceu. Nada de fontes ou coretos.  








     Não vi sofisticação, apenas paz, gente tranquila e muito verde.

     É um lugar para visitar outras vezes, com calma e tempo.


Ana Dias



     Partindo de Itariri, rumo a Peruíbe, tomamos a estrada Ana Dias. 


     A imagem maior revela o caminho: siga à direita, sempre em frente, que você chega lá.


     Ana Dias é um distrito, entre Itariri e Peruíbe, que pretende emancipar-se da primeira.  


     Há uma história atrás do nome: Ana Dias foi filha de um comerciante de secos e molhados da cidade de Itanhaém que levava em lombo de burros mercadorias pelas trilhas às regiões vizinhas.


     Ausente por um tempo, depois de ter sido pontual por muitos anos, descobriram que ela falecera. 

SEJA LEAL. NÃO COPIE, COMPARTILHE.

     Quando a via férrea chegou à vila, em 1914, era preciso um nome para a estação e os locais elegeram a "caixeira viajante" como patrona. O nome ficou.


    Fiquei curiosa - e ainda estou - por conta dos sacos de lixo azuis que cobrem as pencas de banana, à beira da estrada. Seria para ajudar a madurar os frutos ou para evitar que animais ataquem a plantação? 


     Coisa para pesquisar depois. Minhas bananeiras são muito jovens, ainda. Podem esperar.


   Não conheci o centro do lugarejo, uma vez que estava a trabalho, mas pode ser interessante dar uma esticada, nas próximas explorações. Quem sabe há alguma surpresa esperando.



Finalmente, Peruíbe



    O portal turístico, já comentado em matéria antes publicada, marca a entrada em Peruíbe.

     Não se pode ignorar os dois prédios do Centro, construídos em linhas modernas, e a bela avenida da praia, visitada quando conheci o Guaraú.


     A avenida central e a beira-mar ganham destaque, com um comércio pujante - roupas, marcas, restaurantes, artesanato -, condomínios de alto padrão.

     Nesse trecho há casas com belas fachadas, a maioria destinada a finalidades comerciais. 


     Diversão garantida no boliche, que atrai turistas de toda região, onde se pode saborear, também, lanches e pizzas.

     Outra opção é o kartódromo. Em Itanhaém há espaço para esportes dessa natureza, preenchido, até hoje, pela vizinha Peruíbe.


     A cidade, entretanto, não é só o Centro (ainda bem!). Há praias fantásticas, como a Barra do Una, a do Guaraú, a Prainha, o Parque Jureia, a Desertinha, a Parnapuã, a Cachoeira do Perequê e, ainda, o Aquário e as Ruínas do Abarebebê. A recomendação pode fazer toda a diferença: cuidado com as mutucas e borrachudos!

     Ultrapassados os quarteirões nobres e as belas praias, tanto aquém quanto além, tudo é periferia, dominada pela zona rural. 

     Essa é a maior diferença entre Itanhaém e as cidades vizinhas: Loty, Suarão, Belas Artes, Gaivotas, por exemplo, possuem comércio local atraente.

     Se não com o glamour das quadras centrais de Peruíbe ou o charme do Centro de Itanhaém (novo e velho), bastam, de maneira geral, aos da terra.

     Fim da viagem, de volta ao trabalho. Outro dia volto, para conhecer em detalhes. Há muitas opções interessantes.





Obrigada pela visita!

QUER RECEBER DICAS? SIGA O BLOG. 
SEJA LEAL. NÃO COPIE, COMPARTILHE.
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Respeite o direito autoral.
Gostou? Clique, visite os blogs, comente. É só acessar:

BELA ITANHAÉM

TROCANDO EM MIÚDOS

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICAJUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 
Maria da Gloria Perez Delgado Sanches 
     





































Ana Dias











Um comentário:

  1. Quantas imagens lindas, Maria da Gloria! Você vive num paraíso. Parabéns pela coragem de mudar e por compartilhar suas experiências.
    Anisio Teixeira

    ResponderExcluir

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. O MEU? DA CIDADE GRANDE PARA A PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. O MEU? DA CIDADE GRANDE PARA A PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

TELEFONES ÚTEIS

TELEFONES ÚTEIS

- Aeroporto Estadual 3422-2852

- Batalhão de Polícia Militar - 29º 3427-1414/1499

- Bombeiros (Incêndio e Resgates) 193 / 3427-4769

- Bombeiros (Salvamar Paulista) 3425-5226

- Câmara Municipal 3421-4450 / Fax.: 3421-4455

- Cartório - 1º Registro Imóveis 3422-1422

- Cartório - 2º Tabelionato 3426-5498
- Cartório do Registro Civil 3426-5498

- Cartório Eleitoral 3426-2747

- Casa da Agricultura 3426-5792

- Casa de Câmara e Cadeia 3422-4728

- Cemitério do Centro 3427-7805

- Centro de Pesquisas 3427-6723

- Centro do Produtor 3426-5791

- CETPI 3426-3501

- CMTECE 3421-1700

- Conselho Tutelar 3426-3500

- Correios – ECT 3422-5353

- Defesa Civil 3427-8352

- Delegacia de Polícia - 1° - Centro 3422-1208

- Delegacia de Polícia - 2° - Cibratel 3426-1307

- Delegacia de Polícia - 3° - Suarão 3422-5012

- Delegacia de Polícia – Seccional 3422-6061

- Delegacia de Trânsito 3426-2438

- Disque Denúncia (Áreas verdes) 3421-1672

- Elektro 3421-4500

- Fazenda do Estado – Coletoria 3422-3223

- Forum3422-1215

- FUNAI 3426-9677

- Fundo Social de Solidariedade 3427-5068

- Guarda Municipal 199 / 3425-3800

- Hospital Regional 3421-1900

- IBGE 3422-2595

- INSS – Arrecadação 3426-1330 / 3422-6063

- INSS – Benefícios 3426-1330 / 3422-6063

- Juizado de Menores 3422-1215 - ramal 214

- Maternidade Municipal 3422-4644

- Ministério Público SP 3427-8320

- Polícia Militar Ambiental 3422-3765

- Polícia Rodoviária Estadual 3422-5859

- Prefeitura Municipal 3421-1600

- PROCON 3426-2772

- Pronto-Socorro 3427-1111

- Receita Federal – Coletoria 3426-4107

- SABESP-Escritório Regional 3426-4044 / 195

- Sociedade Protetora dos Animais 3426-4107

- Viação Breda 3422-1241

- Viação Intersul 3422-1807

- Viação Liroral Sul 3426-2316

- Viação Solmar 3425-2416 / 3422-115

Unidades de Saúde:

SUARÃO: Rua Padre Teodoro Ratisbone, 650 - Tel.: 3426-1577

OÁSIS/SAVOY: Rua Jaime Lino dos Santos, 290 - Tel.: 3426-1798

JD. MOSTEIRO: Av. Tiradentes, 184 - Tel.: 3426-3197

GAIVOTA: Av. Flácides Ferreira, 500 - Tel.: 3429-1410

CORONEL: Rua Domingues Perez Dominguez, 734 - Tel.: 3426-1002

Feiras-livres

TERÇA-FEIRA: Jd. Bopiranga - Rua Dorival E. Leoni e Belas Artes - Pedro Américo

QUARTA-FEIRA: Suarão - Rua Professor Augusto Ribeira de Carvalho

Ivoty - Rua Maria Antônia Lopes Leitão

QUINTA-FEIRA: Nossa Sra do Sion - Av. Cabuçu

SEXTA-FEIRA: Centro - Praça Aurélio Ferrara

SÁBADO: Savoy - Rua Vereador João de Almeida Batista

Loty - Av. Verde Mar

DOMINGO: Oásis - Rua Emídio de Souza e Gaivota - Rua Curitiba

Rodoviária

Av. Harry Forssell, 1505 - tel. (13) 3421-1803

Viação Breda (3422-1241)
Santos-SP / Peruíbe-SP (passa por Itanhaém); São Paulo-SP;

Viação Intersul (3422-1807)
Santos-SP; São Paulo-SP (via BR-116); Cananéia-SP; Eldorado-SP; Cajati-SP; Iguape-SP.